Marcelo Klarmann no blog da Alster - Transformamos o esporte a partir da colaboração

A vida profissional imita o esporte. E vice-versa.

Sei que, definitivamente, não sou um excelente escritor. Também sei que não estou entre os melhores corredores, nadadores e triatletas sequer dos meus grupos de Whatsapp. Entretanto, me considero um “pangaré” super esforçado que encontra prazer em suar pra atingir objetivos, sejam eles pessoais ou profissionais.

 

Aqui, tenho a pretensão de escrever sobre o fascínio que eu sinto quando me dou conta de que o esporte imita a vida profissional, e que os dois possuem determinantes de bem-estar e sucesso muito semelhantes. Antes de seguir adiante, vou confessar que precisei fazer bastante força até que eu escrevesse algo que eu realmente gostasse. Espero que o leitor também goste, ou que pelo menos chegue até o final!

 

Desde criança sempre adorei fazer esporte, mas foi nos últimos dez anos que eu de fato treinei um pouco mais sério, primeiro com uma equipe de natação master, depois com uma equipe de triatlo e corrida. Acabei me transformando em um orgulhoso triatleta amador, maratonista, nadador, e por aí vai. Isso sem falar no surfe, que sempre foi a minha maior paixão. Por um lado, a minha curiosidade pra conhecer novos esportes e desafios fez com que eu tenha hoje uma boa experiência em diferentes atividades esportivas. Por outro lado, tenho uma bela “habilidade meia-boca” em cada um deles. Isso tudo sem falar no excesso de peso, que também me acompanha desde a infância e que talvez tenha sido um dos maiores motivadores do início dessa história de nada-pedala-corre-levanta peso.

 

A grande questão é que quanto mais eu pratico qualquer esporte, mais eu fico fascinado ao reconhecer as semelhanças dos km que obrigatoriamente precisam ser percorridos pra se conquistar um troféu. Ou um grande cliente. Enquanto eu me exercito, sinto que estou literalmente treinando não só pra uma maratona, mas também pra chegar no escritório e fazer as coisas acontecerem na minha empresa.

 

Leia por favor o que o treinador Bruno Berger (@berger_es), profissional de educação física e um dos melhores triatletas amadores do país escreveu sobre o Princípio da Continuidade e me digam se isso não se aplica também ao sucesso profissional, não só ao desportivo:

 

No alt text provided for this image
No alt text provided for this image
No alt text provided for this image

Eu acredito que a prática esportiva hoje em dia não é mais opcional pra ninguém. Foi-se o tempo, finalmente, em que era bonito passar o dia sentado e trabalhar até às 22 horas, com uma rotina nada saudável. Quem não sabe organizar o seu próprio tempo dificilmente vai ter uma vida minimamente saudável.

 

Quase sempre vai ser necessário negociar com o chefe, com o cliente ou com a família. Quase sempre vai ser necessário madrugar, ou usar o famoso e ensolarado horário do meio dia, ou então o noturno mesmo. Não interessa o horário, interessa mesmo é encontrar um buraco na agenda e botar pra fazer. Nem que seja meia-horinha por dia, em casa!

 

Quem não se exercita, não só está ficando menos saudável como também acaba ficando menos competitivo pra lutar por uma promoção ou bater uma meta. O sangue flui melhor à medida que nos movimentamos, e isso faz com que possamos pensar de maneira assertiva, o que gera menos ansiedade e torna mais leve a pesada rotina de trabalho.

 

Aquele número que ontem estava te assustando na planilha provavelmente não será tão aterrorizante depois que você venceu um limite pessoal, ou depois de acordar às cinco horas da manhã com uma temperatura de três graus pra se exercitar, abandonando uma cama quente e aconchegante. Este hábito deixa quem o pratica tão forte que o vivente acaba se sentindo praticamente invencível!

 

“Disciplina para acordar focado todas as manhãs, perseverança para treinar ao longo dos anos e disposição para sacrificar algumas coisas em troca de um objetivo maior. Essa é a fórmula da vitória”

A frase acima é de um dos melhores maratonistas americanos de todos os tempos, Meb Keflezighi, vencedor das Maratonas de Nova York e de Boston, além de medalhista de prata nas Olimpíadas de Atenas 2004. Ele também é autor deste fantástico livro sobre a sua carreira de atleta profissional.

 

Eu, que sou fanático pela maratona (42.195km de corrida) e comemorei essa semana o dia do maratonista quase como se fosse um aniversário, li o livro do Meb e me identifiquei com a seguinte frase, dentro de um contexto em que ele relatava uma disputa com um concorrente na reta final de uma maratona super importante:

 

“Depois da competição, até mesmo o meu treinador de uma vida inteira, Bob Larsen, estava maravilhado ao observar como já no fim da minha carreira e com uma idade avançada, eu ainda tinha essa garra incrível pra correr a última milha da prova rápido o suficiente pra lutar por um quarto lugar ao invés de me acomodar com uma excelente quinta colocação. Minha resposta foi simplesmente “eu não sei competir de outra forma”. Esse é um ótimo exemplo de como uma verdadeira competição nos leva ao nosso melhor – não porque você quer aniquilar alguém, mas sim porque lutar até o fim faz você almejar mais do que você almejaria de outra maneira. Independente da chuva que possa estar caindo durante a competição, essa variável específica, de lutar até o final e de não desistir facilmente, nunca vai estar fora do seu controle.”

Portanto, seja no trabalho ou no esporte, competir não é só importante: é fundamental. Quem treina qualquer coisa, no mínimo vai estar mais preparado pra duríssima vida que está lá esperando por nós. E, no máximo, sei lá. Pra quem tá constantemente buscando o seu melhor, eu tenho a mais absoluta convicção de que simplesmente não tem como não colher coisas boas, seja como for.

 

Não esqueça jamais da importância de refletir, pra poder estabelecer algumas metas pra si mesmo, de treinar, pra estar preparado pro que der e vier, e de competir pra buscar o seu melhor. Seja no trabalho ou no esporte, mas de preferência que seja nos dois.

Gostou? Show! Bora compartilhar com a galera?

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Share on facebook
Share on email

Conheça as Campanhas

Explorar

Realize seu Sonho

Criar Campanha

Login

Nunca passou por aqui?